Política

Assembleia Legislativa votará concessão de Título de Cidadão Baiano para Ministro de Desenvolvimento Regional

Honraria é de autoria do deputado estadual, Samuel Júnior (PDT) após gestor viabilizar o Canal do Sertão Baiano

Por Redação em às | Foto: Divulgação

 

O projeto de resolução que concede o Título de Cidadão Baiano ao Ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, está em tramitação na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). A honraria é de autoria do deputado estadual, Samuel Júnior (PDT) após o gestor viabilizar a obra do ‘Canal do Sertão Baiano’, que beneficiará com acesso a água mais de 1,2 milhão de baianos em 44 municípios. 

A assinatura da ordem de serviço aconteceu nesta terça-feira (22) na Esplanada dos Ministério, em Brasília. De acordo com o parlamentar, será a maior obra de infraestrutura do estado pelos próximos 100 anos e um grande feito do governo do presidente, Jair Bolsonaro (sem partido). 

“Uma gestão preocupada em avançar pelo povo sabe das principais mazelas que o povo no interior da Bahia sofra: a seca. A sensibilidade do Rogério Marinho passa longe daqueles que estão no poder no próprio estado e nem se quer ligam em promover dignidade para o povo. É muito mais que justo que ele possa se sentir acolhido pela Bahia da forma em que ele abraçou as necessidades da população do interior com esse projeto revolucionário”, explica Samuel. 

Entenda o Canal do Sertão Baiano

O Canal do Sertão Baiano levará água para 44 cidades do interior da Bahia e deverá beneficiar mais de 1,2 milhão de pessoas. O projeto irá retirar água do São Francisco, no reservatório de Sobradinho, e cruzar o estado num percurso de 300 quilômetros. Cerca de R$ 12,5 milhões devem ser investidos no projeto inicial das obras. 

História

Rogério Simonetti Marinho é economista e professor. Em fevereiro de 2020 foi nomeado para o cargo de Ministro do Desenvolvimento Regional pelo presidente da República Jair Messias Bolsonaro. Até então, estava à frente da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, onde atuou como um dos principais articuladores da Nova Previdência. 

Nascido em Natal, no Rio Grande do Norte, foi deputado federal pelo Estado por três mandatos. À época, foi relator do projeto que mudou regras do FIES e atuou em prol da modernização da legislação trabalhista.

No estado, atuou como: vereador; presidente da Câmara Municipal de Natal; secretário municipal de Planejamento e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico.

Relacionadas